INGRESSO DE JUPITER EM PEIXES

De agora até o final de 2022 teremos 03 ingressos e os trânsitos de Júpiter no signo de Peixes:

1o > de 13/05/21 a 28/07/21
2o > de 29/12/21 a 10/05/22
3o > de 28/10/22 a 20/12/22

Convém estarmos atentos aos sinais destes próximos 02 ½ meses pois vislumbraremos como tomam impulso e florescem algumas expressões que podemos esperar que se desenvolvam e frutifiquem com força a partir dos outros 02 ingressos, começando o segundo no final deste ano.

Neste 1o trânsito que se inicia em 13/05, Júpiter dará início ao seu movimento de retrogradação a partir de 21/06, até seu retorno novamente para o signo de Aquário, onde permanecerá então de 28/07 até 29/12/21.

Em 26 de maio, Júpiter também participará da quadratura do Eclipse Lunar no grau 5 do eixo Gêmeos/ Sagitário, podendo trazer exageros e reviravoltas de toda ordem a nível social.

Interessante notarmos que tanto Netuno como Júpiter são regente e co-regente de Peixes, respectivamente, e o fato de ambos encontrarem-se em seu signo de regência, nos traz conotações positivas, mas também poderão haver alguns desafios.

Ambos os planetas representam o lado transcendente e abstrato da existência, onde nos conectamos com esferas intangíveis e não materiais. É através destes 02 planetas e de seus núcleos arquetípicos que podemos sair dessa esfera materialista da vida, nos conectarmos com algo superior ou alguma divindade, seja qual for a que queiramos adotar, o que nos possibilita acessar algo maior do que nós, uma força criadora, mesmo que muitas vezes nem saibamos explicar. Através destes planetas podemos acessar uma orientação mais ligada ao SELF e não ao EGO, pois a orientação egóica quer determinar e controlar as situações e submeter tudo à vontade pessoal, mas nesta outra conexão nos permitimos entender os ciclos e fluxos muito maiores que nós e passamos a ter uma humildade e aceitação de nossa pequenez.

Além disso, é através de Netuno e Júpiter na Astrologia que podemos acessar as qualidades de empatia, compaixão, generosidade e cuidado com o próximo, uma entrega desprendida e uma possibilidade de ação altruísta e que seja para o benefício coletivo.

Se estes arquétipos por um lado nos acrescentam estes significados existenciais maiores e que nos abrem para novas possibilidades de realidade, por outro lado também podem trazer exageros de toda ordem e uma falta de senso de realidade e de “pé no chão”, assim como ocorreu na bolha imobiliária e consequente quebra econômica geral em 2008/2009. Ambos também não querem saber de restrições ou de serem limitados e buscam muita expansão, a do tipo “o céu é o limite”.

Os gregos da Antiguidade empregavam o termo hubris ou hybris para designar “tudo o que passa da medida, descomedimento”, o que com frequência terminaria em punição. Se há um perigo neste trânsito de Júpiter simultaneamente com Netuno em Peixes, seria esse pecado da hubris ou hybris que estaria expressando bem este problema.

Por ser considerado como o planeta da expansão e do alargamento de horizontes, a nível social e coletivo poderemos presenciar um grande benefício com este ingresso de Júpiter em Peixes, favorecendo a dissolução de fronteiras ou barreiras globais na política mundial.

Já no que diz respeito à pandemia, esta tendência poderá se expressar do lado positivo no que se refere à globalização e partilha justa de medicamentos e vacinas, o que estaria em sintonia com a conjunção e ingresso histórico de Júpiter e Saturno em Aquário no último dezembro, mas também seu lado negativo como uma expansão e aumento do contágio do vírus com grandes proporções, por exemplo.

Poderemos observar também nos próximos 2 1/2 meses um acréscimo de tudo o que proporcione um sonho e fuga de realidade tais como buscas de um maior misticismo, espiritualidade, religiosidade, retiros junto à natureza, como também um incremento de viagens internacionais e marítimas, busca de significados filosóficos e até a presença de discussões sobre drogas legais e ilegais ou sobre a liberação da maconha medicinal, por exemplo.

Como este trânsito se dará somente nos primeiros graus do signo de Peixes, de 0 a 2, poderá também afetar as pessoas com ênfase em seus mapas nos primeiros graus dos outros signos mutáveis, a saber: Virgem, Gêmeos e Sagitário. De maneira geral de forma positiva como foi dito acima, mas também sempre levando-se em conta o problema dos exageros, da falta de ligação com a realidade e/ou otimismos exagerados ou excessos de toda ordem.

Poderão haver também nestes próximos 02 meses mais situações ou notícias envolvendo o Poder Legislativo, Judiciário e a esfera religiosa.

O que fazer a nível individual?

Que possamos aproveitar este trânsito para fortalecermos nossa busca transcendental, tendo fé e acreditando num poder superior que poderá trazer maior compaixão e empatia para a humanidade! Esta empatia poderá nos mover a querer atuar a nível coletivo, ajudando os necessitados neste momento tão difícil de pandemia. Que possamos nos conectar com o lado da generosidade, da dedicação para com o próximo, da compassividade, da entrega a algo maior e que possa trazer benefícios ao coletivo. Por outro lado, que saibamos não nos deixar levar por comportamentos de escapismo, de negação da realidade, de enganos e fraudes e de confusões em qualquer nível. Que saibamos ter o discernimento correto para separar o que seja real do ilusório!

 

INGRESSO DE JUPITER EM PEIXES