Sol em Câncer e a nova estação – 21/06

Parabéns aos cancerian@s! Agora começa o ciclo dos nascidos no signo de Câncer!
E bem vind@s todos à nova estação!

A partir das 06:37 h do dia 21/06 temos o início do Inverno para o Hemisfério Sul e do Verão para o Hemisfério Norte!

A Astrologia surgiu a partir da observação dos eventos da natureza e de suas correlações com a vida aqui na Terra, tendo como referência o Hemisfério Norte. Nesta época do ano começa a haver um aquecimento maior neste Hemisfério, o que contribui para uma tonalidade também mais calorosa nas relações entre as pessoas com o clima mais quente, assim, em termos coletivos, passa-se a poder curtir mais a vida ao ar livre, a desfrutar de lazer, férias e divertimento, propiciando uma maior interação entre todos.

Este é o Solstício de Inverno/Verão, com o Sol ingressando no signo de Câncer, signo que justamente traz em seu núcleo questões ligadas a uma maior busca afetiva e de maior calorosidade nas relações, sempre com esse tônus mais carregado de proximidade afetiva.

Este mapa de ingresso nos fala de uma Lua, a regente do signo de Câncer, bastante sonhadora e sensível em meio às conjunções com Netuno e Júpiter, querendo alçar altos vôos em termos de utopias e sonhos. Uma Lua em Áries bastante afoita que quer se lançar nesta vivência “cor-de-rosa” e meio fora da realidade e, por outro lado, o Sol, fazendo uma quadratura aos 3 planetas em conjunção e se opondo a esses vôos.

Aqui cabe a máxima “razão x sensibilidade”, qual deveria prevalecer?
Parece que neste momento ainda não podemos nos furtar a enxergar a realidade nua e crua, por tudo o que este mapa de ingresso nos mostra, pois, além das quadraturas do Sol, Saturno, o planeta que estabelece esse contato muito sólido com a realidade, continua em destaque como planeta focal entre os Nodos, tema este aliás, recorrente ao longo deste ano. Além disso, Saturno também faz uma quadratura com Vênus, evidenciando ainda mais este contato com a realidade nua e crua e pouco sonhadora, portanto talvez não seja o momento ainda de nos entregarmos coletivamente a qualquer sonho sem olhar para a realidade, pois essas conjunções da Lua com Netuno e Júpiter com toda essa falta de limites, possam ainda estar se expressando como um um espalhamento e contágio do Coronavírus e mais outros vírus.

Quando nos deparamos com mapas com significados conflitantes, como é o caso, o caminho é sempre o da integração. Procuremos então aliar nossa sensibilidade, necessidade de sonhos e romances e de busca de afetos, com um pé no chão bem fincado na realidade, aliando assim a nossa racionalidade com a nossa sensibilidade, integrando tais polaridades na personalidade de forma mais harmônica, deixando conscientemente que ambos os lados se expressem, sem nenhum prevalecer

Sol em Câncer e a nova estação – 21/06